Apostas Futebol

Data de publicação: 08/06/2022

Abaixo os últimos acontecimentos:

 
DESTAQUE GLOBAL
 

O petróleo permaneceu pressionado ontem (07/06/2022), com as cotações voltando a ficar acima dos US$ 120 por barril, o que acabou dando ímpeto às empresas ligadas a commodities. Em Nova York, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq tiveram alta de 0,80%, 0,95% e 0,94%, respectivamente. Nos juros futuros, o movimento das Treasuries ficou sem direção única. O destaque ficou com uma nova inversão da curva, com o retorno do título de 5 anos voltando a ficar acima do de 10 anos. Vale lembrar que inversões da curva de juros futuras são tipicamente associadas à possibilidade de recessão à frente.

Neste sentido, uma série de organizações internacionais estão revisando para baixo as projeções de crescimento global para esse ano. O Banco Mundial revisou a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) global para 2,9% depois da forte alta de 5,7% em 2021. O número é muito menor do que os 4,1% da previsão feita em janeiro. As principais causas dessa revisão para baixo são a guerra na Ucrânia e os ajustes das políticas monetárias e fiscais em vários países, que devem ter efeitos importantes sobre a atividade, o comércio e o investimento no curto prazo. Diferente de muitos os países, o crescimento do Brasil foi marginalmente revisto para cima, com o Banco esperando que haja um crescimento de 1,5% em 2022, aumento de 0,1 ponto percentual em relação à previsão anterior.

A Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE) também divulgou uma atualização das suas previsões de crescimento. Em relação ao PIB global, a OCDE estima que haverá um crescimento de 3,0% esse ano, uma queda de 1,5 ponto percentual em relação à estimativa anterior. Essa revisão para baixo é apoiada nos mesmos motivos do Banco Mundial: guerra na Ucrânia e menor estímulo fiscal e monetário. No caso do Brasil, a OCDE destoou do movimento de revisões para cima que temos visto para o crescimento do país tanto por parte dos agentes internos quanto de órgãos internacionais, revisando o crescimento para 0,6% esse ano, queda de 0,8 ponto percentual em relação ao número anterior. A entidade avalia que a eleição presidencial de outubro deve adicionar um elevado nível de incerteza ao cenário interno, que pode frear o consumo e os investimentos.

 
DESTAQUES NO BRASIL
 

Os ativos financeiros brasileiros reagiram mal ao anúncio feito na noite de terça-feira de que o governo irá propor ao Congresso um pacote de medidas que busca reduzir os preços dos combustíveis. Essas medidas resultariam em um custo fiscal relevante, estimado inicialmente para algo em torno de R$ 40 bilhões, quadro que gerou um movimento de aversão ao risco nos mercados financeiros brasileiros. Ontem (07/06/2022), os contratos do DI futuro mais longos, com vencimento de 2027 em diante, atingiram as máximas do ano, com os contratos com vencimento para janeiro de 2023 a 13,49%, janeiro de 2025 a 12,66% e janeiro de 2027 a 12,59%.

O mercado acionário também sentiu a piora do humor doméstico. O Ibovespa teve um recuo de 0,11% aos 110.070 pontos. Já no mercado cambial, o real foi duramente impactado pela percepção de aumento do risco fiscal brasileiro, tendo uma forte depreciação de 2,24%, com a cotação do dólar Ptax Venda ficando em R$ 4,89. No pior do momento do dia, o real chegou a depreciar quase 3%, com a cotação do dólar voltando a ficar acima dos R$ 4,90. Como o dólar teve um dia misto no exterior, a maior parte desse movimento pode ser avaliada como resultado das questões domésticas do Brasil.

Na agenda econômica de hoje, destaque para a divulgação do IGP-DI de maio, que teve alta de 0,69% no mês. O número veio abaixo da expectativa do mercado, que esperava uma alta mensal de 0,85%.

 
Fontes: Folha de São Paulo, Valor Econômico, Estado, Globo, Gazeta do Povo, Goldman Sachs, JP Morgan, Gavekal, Capital Economics, Vital Knowledge, MCM, Pastore Associados, Bloomberg, Broadcast.

INDICADORES

 

FECHAMENTO DO MERCADO EM 07/06

 

· Ibovespa: 110.070 pontos (-0,11%)

· S&P 500: 4.161 pontos (+0,95%)

· Dólar (Ptax venda): R$/US$ 4,89   (+2,24%)

 
 

 
EXPECTATIVAS
 
A inflação vem se tornando uma preocupação global cada vez mais. O forte ritmo de aumento dos preços e as consequentes respostas dos bancos centrais têm feito com que analistas do mundo todo revejam suas projeções sobre o crescimento das principais economias.
 
A continuidade do conflito na Ucrânia tem feito com que os preços das commodities permaneçam em níveis considerados elevados - em especial, as commodities alimentícias e as ligadas ao setor de energia. Além disto, as cadeias produtivas ainda não se recuperaram completamente dos impactos causados pelo coronavírus e a China continua aplicando sua política zero covid, trazendo ainda mais incertezas sobre a recuperação da economia e sobre o avanço dos preços.
 
Inclusive, o governo chinês tem anunciado novos estímulos para manter sua economia aquecida, mas este movimento parece restrito ao gigante asiático. Na Europa e nos EUA, o movimento dos Bancos Centrais é acompanhado de perto e os frequentes pronunciamentos de seus representantes impactam o movimento de bolsas ao redor do mundo. A volatilidade se tornou rotina e as incertezas associadas a este momento ímpar da história econômica recente acrescentam cautela aos investidores.
 
Por haver iniciado seu processo de ajuste da política monetária mais precocemente, o Brasil tem conseguido capturar parte dos investidores que buscam oportunidades entre países emergentes e que se beneficiam do avanço das cotações das commodities. Este quadro provocou valorização do Ibovespa em maio e trouxe a cotação do Real frente ao Dólar aos menores níveis dos últimos 2 anos. Ainda assim, a preocupação com a inflação é um tema latente e, inclusive, levou o Banco Central do Brasil a sinalizar um novo aumento da Selic, a taxa básica de juros. Em paralelo, o Congresso tem debatido medidas que poderão impactar o IPCA e apresentam potencial para reduzir a inflação corrente.
 
Desta forma, o cenário atual de taxas de juros elevadas favorece os investimentos em Renda Fixa, com exposição a emissões públicas ou privadas. Porém, enxergamos oportunidades na classe dos Multimercados para quem possui um horizonte de médio/longo prazo para suas aplicações, diante da flexibilidade e agilidade dos gestores nas alocações de ativos. Por isto, a diversificação continua sendo a nossa principal recomendação e, para isto, conte com as nossas Carteiras Modelo, que são propostas de combinações de produtos de acordo com o seu perfil de investidor.
 
 
Fontes: Folha de São Paulo, Valor Econômico, Estado, Globo, Gazeta do Povo, Goldman Sachs, JP Morgan, Gavekal, Capital Economics, Vital Knowledge, MCM, Pastore Associados, Bloomberg, Broadcast.
 
 

CARTEIRAS MODELO

 

Em momentos como este, ter um profissional qualificado, que possa apoiar sua decisão sobre seu portfólio de investimentos é ainda mais importante. Por isso, nossos estrategistas elaboram as Carteiras Modelo, que são compostas por soluções de investimentos que buscam se beneficiar em um cenário de retomada da economia, combinadas a estratégias de proteção, que objetivam diminuir os impactos de momentos adversos, como o que estamos passando. Tudo isso, considerando sempre seus objetivos e perfil de risco. Continuaremos atentos aos movimentos de mercado e estamos aqui para apoia-la (o) em qualquer decisão.

Material publicitário

Saiba mais

Material Publicitário. Este material foi preparado pelo Banco Santander (Brasil) S.A.  e se destina a apresentar nossas projeções e estimativas, assim como algumas soluções de investimento disponíveis no Santander, não devendo ser interpretado como indicação ou recomendação de investimento. Estas projeções e estimativas não devem ser interpretadas como garantia de performance futura, pois estão sujeitas a riscos e incertezas relacionados a fatores fora de nossa capacidade de controlar ou estimar precisamente, que poderão diferir daqueles projetados. A informação contida nesse material baseia-se na melhor informação disponível, recolhida a partir de fontes oficiais ou críveis. Não nos responsabilizamos por eventuais omissões ou erros. As opiniões expressas são as nossas opiniões no momento. Não estamos obrigados a publicar qualquer revisão ou atualizar essas projeções e estimativas frente a eventos ou circunstâncias que venham a ocorrer após a data deste documento.

OS INVESTIMENTOS MENCIONADOS PODEM NÃO SER ADEQUADOS AOS SEUS OBJETIVOS, SITUAÇÃO FINANCEIRA OU NECESSIDADES INDIVIDUAIS. O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO API – ANÁLISE DE PERFIL DO INVESTIDOR É ESSENCIAL PARA GARANTIR A ADEQUAÇÃO DO PERFIL DO CLIENTE AO PRODUTO DE INVESTIMENTO ESCOLHIDO. LEIA PREVIAMENTE AS CONDIÇÕES DE CADA PRODUTO ANTES DE INVESTIR.

 

Os clientes que desejarem incluir ou excluir seu e-mail de qualquer um dos relatórios do departamento econômico devem encaminhar uma mensagem para economiabrasil@shalegasnow.com informando nome, sobrenome, endereço eletrônico, empresa e o idioma (Português ou Inglês) que deseja receber.

 

Todos os relatórios do departamento econômico do Santander são disponibilizados gratuitamente em shalegasnow.com/economia

Visite o nosso site!

© Banco Santander (Brasil) S/A. Direitos reservados.

Veja também

| AFUN - Apostas esportivas online | | Preço mais recente do Bitcoin | | Resultados Mega da Virada | | Jogo da roleta que ganha dinheiro | | Apostando nos lucros da loteria | | Jogo do palmeiras | | Futebol ao vivo | | Variação odds futebol | | Bingo Absoluto | | Safest Betting Sites | | Palpites de Hoje | | Método de apostas de bacará | | Jogo do bicho | | Apostas Esportivas | | Melhores casas de apostas do Brasil | | Jogue Blackjack Online Grátis | | Ganhe dinheiro ao lado | | Odds mais altas para um jogo de futebol | | Jogo do palmeiras | | Jogos de azar online | | Apostas Online Brasil | | Placar de futebol | | Plataforma de renda online | | Jogo do flamengo | | Palpites de Hoje | | Dinheiro de Poker Online Grátis | | Bacará ao Vivo | | Dicas de apostas de futebol | | Loteria de futebol | | AFUN - Jogos esportivos online |